terça-feira, 1 de novembro de 2011

# Minha Vida - Meu processo como Au Pair

Olá, meninas! Como anda o processo de vocês? 
Depois do meu match semana passada, eu estou correndo atrás do visto, mas que só andara depois que eu receber o DS-2019, né? Então já estou visualizando as malas, os presentes e quais roupas usar no treinamento. Treinamento que irei fazer com várias meninas lá do grupo, o que é demais!!!!

Vou falar mais detalhadamente sobre todo o meu processo. Sobre a família e tudo mais.

Eu decidi ser Au Pair ano passado, em outubro. Mas tudo começou mesmo em novembro de 2009. Uma menina do meu curso de inglês estava de malas prontas para os EUA para ser au pair, eu fiquei deslumbrada porque eu sempre quis ir morar nos EUA, mas só tinha cogitado a possibilidade de fazer High School por lá. Mas era caro demais para o pessoal daqui de casa conseguir arcar com essa despesa (acho que na época que eu vi tava uns 16 mil), naquela época eu já contava em fazer o terceiro ano lá nos EUA. Mas nada deu certo, sem dinheiro, comecei a namorar, minhas notas estavam ótimas e etc. Quando fiquei sabendo que essa menina ia para lá cuidar de criança. Ai eu pensei : pronto, não posso mais ir. Eu nunca gostei de crianças, melhor, eu sempre gostei, só não gosto da birras delas e pela família só encontro exemplos assim. 
Ela disse que foi pela CI e depois de um ano, eu fui na indicação dela, sem pesquisar nada e pronto.


Mandei emails para a Elida para perguntar as coisas e ela disse que a partir de janeiro de 2011 eu poderia começar a dar entrada no processo. Fiquei uma semana em Ubatuba e quando voltei quis ir direto para a agência. Fui e quem me atendeu foi um rapaz, muito simpático. Ele tirou todas as dúvidas da minha mãe e deixou ela tranquila, fomos embora. 
No começo da semana eu voltei com o meu pai, assinei tudo, paguei a taxa de inscrição, peguei toda a documentação e fui embora. Eu não tinha 18 anos ainda, nem carteira, nem alguém para assinar a minha experiência. Tinha meus primos de 3º grau, que minha prima assinou os documentos para mim, porque eles não tem o mesmo sobrenome que eu. E como eu cuidei deles a vida toda, não ia matar, né? E também tinha os meus cunhados, a minha cunhada nasceu em março de 2010 e eu sempre ajudei a cuidar dela e também do meu outro cunhado que já tinha 6/7 anos. E como eu ficava quase o dia todo lá, ela assinou para mim com todo o gosto. Eu adorei, o que se tornou 7300 horas com crianças. 

 Tirei a minha CNH em julho (imagina o desespero e a ansiedade da mortal durante esse período) que foi toda paga, mas eu fiz todas as aulas direitinho e fiz a prova também, só errei a baliza.  Eu só consegui entregar todos os documentos dia 24 de setembro, porque tava faltando documento, a APC trocou a entrevista  e eu tive que refazer, e demorei mesmo para achar um médico que assinasse para mim. Mas no final das contas deu tudo certo, né?



26/09 a CI deu submit no meu APP,  terminaram de revisar no final da semana. A mulher da APC dos Estados Unidos me ligou e perguntou se eu gostava de bebês, o que eu acho mais fácil e difícil para cuidar de bebês e se eu queria ser Infant Specialized e é lógico que eu disse que sim, no dia 7 de outubro as 20:55 eu fiquei online pela APC. (MORRI DO CORAÇÃO)  E fiquei esperando as famílias aparecerem....


- Continua em um outro post sobre as Entrevistas e a minha Host Family. Beijoos! :**

4 comentários:

Luana Silva disse...

Minha lindaaaaaaa, o meu processo está indo, estou aguardando uma family querida me querer rsrsrsrs.
Legal ver todo o seu processo e ver que já teve um match mais que lindo e está caminhando... estás prestes a realizar um sonho, viver uma experiência única e tenho certeza que isso só irá somar na sua vida... tô contigo Dé... torce para eu achar uma family????

Elane Ribeiro disse...

Gente!!!! A empolgação mor mesmo!! Heuhuehuehe, então você é novinha, é?! Nem tava sabendo!! Quero ver o resto todo depois :)

:**

Mônica Carlos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mônica Carlos disse...

Se eu pudesse tb teria feito high school lá... desde criança sonho em morar lá, mas infelizmente só tomei coragem agora aos 26 anos. =/
É tão bom qndo a gnt faz as coisas com calma assim como tá fazendo... as coisas fluem muito melhor e tudo dá certo ao seu tempo. Muito legal seu post, desejo sorte a vc no seu ano de au pair. =)
Beijos

P.S> Apaguei o post anterior pq escrevi ele todo como se vc ainda tivesse esperando familia, rs.. viajei legal!

Postar um comentário